Temendo derrota nas urnas, o pré-candidato a prefeito de São Gonçalo do Amarante, Poti Neto, que só aparece na cidade de quatro em quatro anos, através do seu partido PSB, entrou com uma ação na Justiça para impedir que a população reconheça o trabalho do prefeito Paulinho nas redes sociais.

    A justiça julgou improcedente a ação e ainda destacou que as pessoas têm o “direito constitucional de livre expressão e opinião”. Ou seja, as pessoas têm o direito de publicar opiniões em suas redes particulares.

    Poti Neto é sobrinho do ex-prefeito Jarbas Cavalcanti, do ex-vereador e depurado Alexandre Cavalcanti e de mais dois ex-prefeitos da familia que passou 12 anos na prefeitura e, mais uma vez, tenta voltar ao poder.

    O processo é de número 0600063-55.2020.6.20.0051 da Justiça Eleitoral e está aberto ao público.

    comentarios