A Prefeitura de São Gonçalo do Amarante/RN, por meio da Secretaria Municipal do Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Semtasc) realizou nesta quarta-feira (3) a entrega de kits de frutas e verduras para famílias em situação de vulnerabilidade social.

    Na Escola Municipal Varela Barca, em Barreiros, foram entregues 250 kits, beneficiando as famílias da localidade e também as do Conjunto de Todos, Loteamento e Horizonte. Em Regomoleiro 3, a entrega aconteceu na Escola Maurício Fernandes. 150 kits foram distribuídos. Na semana passada, a Semtasc já havia beneficiado outras 400 famílias que fazem parte dos Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) do município.

    Essa ação faz parte do Compra Direta, programa da Emater, e do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), realizado em parceria com a Prefeitura, Governo do Estado e o Governo Federal.

      Desde segunda-feira (1), o Centro Municipal de Coleta Covid-19 de São Gonçalo do Amarante/RN, em Regomoleiro, está funcionando em novo horário. Os atendimentos para realização de exames para diagnóstico do novo coronavírus estão acontecendo das 7h30 às 15h, sem intervalo para almoço, de segunda a sexta-feira.

      Mudança também na faixa etária para assistência no Centro de Pediatria, localizado no bairro Santa Terezinha. A unidade passou a atender adolescentes até 15 anos de idade. O funcionamento continua de segunda a sexta-feira, das 7h às 18h,  incluindo feriados.

        A educação desempenha um papel importantíssimo no desenvolvimento humano, cognitivo e social dos indivíduos. Além disso, a escola funciona como um agente de interação social entre os estudantes e a comunidade. No entanto, muitos fatores podem contribuir para que esse direito seja negado ou restringido, não permitindo que os alunos deem continuidade aos estudos.

        Gravidez na adolescência, trabalho infanto-juvenil e a falta de conexão entre o que o estudante deseja ser e o que está sendo ensinado, são fatores que podem determinar o futuro de muitas crianças e adolescentes. Em 2020, um novo desafio surgiu e vem se tornando determinante nesse processo de “abandono” escolar: a pandemia de Covid-19.

        Nessa perspectiva, uma das alternativas para reduzir as estatísticas de evasão escolar em âmbito municipal está no uso da ferramenta Busca Ativa Escolar – programa do Governo Federal. A plataforma busca ajudar os municípios a mapear os estudantes que estão fora da escola ou que estejam em risco de evasão.

        Em 2021, a Prefeitura de São Gonçalo, por meio da Secretaria Municipal de Educação (SME) fez nova adesão ao programa e as ações de estado para alertas iniciaram, desde a construção do Plano de Ação até o mapeamento das realidades de cada um dos quase 14 mil alunos matriculados na rede municipal de ensino.

        A Busca ativa escolar é uma plataforma desenvolvida pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), em parceria com a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (UNDIME), com o Colegiado Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social (CONGEMAS).

        “O Busca Ativa vai cumprir seu papel que é o de garantir a permanência do estudante tendo acesso à educação de qualidade. Estamos realizando um trabalho que vai mapear, monitorar e assessorar as 53 escolas da rede. Um compromisso com nossos quase 14 mil alunos, sem deixar nenhum deles para trás”, afirma Othon Militão, secretário municipal de Educação.

        Através do Busca Ativa, será possível reunir representantes de diversas áreas, tais como educação, saúde e assistência social, além da equipe do setor de planejamento. Em São Gonçalo, a Guarda Municipal e o Conselho Tutelar também estão nessa parceria. Esses órgãos, em conjunto, devem atuar na identificação das demandas individuais de cada aluno, buscando solucionar problemas, a fim de garantir a permanência do estudante na escola.

        Admskelly Oliveira, que é a responsável por coordenar o programa no município, lembra que a parceria entre os órgãos é de suma importância para o sucesso do projeto. ”O Busca Ativa é um veículo de comunicação em nível nacional e que vem se desenhando nas escolas de forma efetiva. Essa união entre os vários setores vai contribuir para que as ações sejam mais consistentes e específicas a cada necessidade”, disse.

          Na última quinta-feira (25), o Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) divulgou o resultado do exame de seleção de 2021. Entre os aprovados para os cursos integrados estão 23 estudantes das escolas públicas do município.

          Ao todo, 11 escolas municipais possuem alunos aprovados nos cursos de Logística, Informática, Edificações, Administração, Multimídia e Equipamentos Biomédicos, nos Campus do IFRN em São Gonçalo, João Câmara, Cidade Alta e Ceará-Mirirm.

          Confira o número de aprovados por escola:

          Escola Alfredo Mesquita:
          • 1 aprovado no curso de logística

          Escola Maria da Cruz:
          • 2 aprovados no curso de informática

          Escola Jéssica Débora:
          • 4 aprovados no curso de logística

          Escola Joaquim Victor de Holanda:
          • 2 aprovados no curso de informática

          Escola Maria de Lourdes de Souza:
          • 2 aprovados nos cursos de logística e informática

          Escola Varela Barca:
          • 2 aprovados no curso de informática

          Escola Jonas Escolástico de Noronha:
          • 1 estudante aprovada em 1º lugar no curso de informática

          Escola Luiz de França:
          • 1 aprovado no curso de logística

          Escola Maria de Lourdes Lima:
          • 5 aprovados nos cursos de Administração, Multimídia, Edificações, Equipamentos Biomédicos e Logística

          Escola Genésio Cabral:
          • 1 aprovado no curso de informática

          Escola Joaquim Inês do Nascimento:

          • 2 aprovados no curso de logística

            Durante entrevista ao radialista Luiz Almir, na 96 FM, manhã desta quinta-feira (25), o prefeito de São Gonçalo do Amarante/RN, Paulinho Emídio, rebateu declarações do secretário de Saúde do Natal, George Antunes, dizendo que como gestor público precisava esclarecer a “forma equivocada do secretário”.

            Segundo Paulinho, George teria afirmado que a capital potiguar está com leitos de covid-19 lotados porque está recebendo pacientes de São Gonçalo do Amarante após encerramento das atividades do hospital de campanha do município.

            “Isso não é verdade. O hospital era parceria com Governo do Estado e naquele momento a rede estadual tinha leitos clínicos disponíveis. Com mais de 110 funcionários chegou ao ponto de ter um ou dois pacientes por dia. Por esse motivo, com leitos disponíveis em outros lugares e pela falta de recursos para manter a estrutura, o Estado decidiu encerrar as atividades do campanha”, disse.

            Prosseguiu explicando que o município abriu 10 leitos clínicos no Hospital Belarmina Monte, e, nesta semana, o Governo do Estado, em parceria com a Prefeitura, reativou mais 10 leitos de UTI na unidade hospitalar. “Os leitos têm sido suficiente para nossa demanda que tem sido de no máximo cinco internações, graças a Deus”, destacou.
            .
            Paulinho comparou a quantidade de leitos em Natal com a de São Gonçalo. “Se a gente for proporcionalizar, o município de Natal era pra ter aberto 160 leitos clínicos e 80, de UTI. Eu nunca precisei fazer essa comparação, mas eu fui provocado e como gestor público preciso esclarecer”.

            Detalhando os recursos públicos recebidos pelos dois municípios, Paulinho ainda comparou todos as receitas de Natal e São Gonçalo do Amarante durante 2020 e disse lamentar e não entender a postura do secretário. “Enquanto a receita total de São Gonçalo foi de 190 milhões, Natal foi de quase 2 bilhões de reais”.

            “Mas eu queria dizer ao secretário que leitos de UTI não é a única solução para enfrentarmos a pandemia. Solução também é reforçar a atenção básica para evitar que as pessoas precisem de leitos de UTI. E isso São Gonçalo tem feito direto na raiz. Inclusive, convido vereadores de Natal e Ministério Público para visitar nossas unidades de saúde, conhecer nossas ações”, ressaltou.

            E pediu o fim da polarização: “O momento é de união. Precisamos nos unir para superar essa crise mundial de saúde. Não adianta politizar. Natal e São Gonçalo são coirmãs, separadas por um canteiro. Somos parceiros. Eu e o prefeito Alvaro Dias somos parceiros”.

              Após a publicação de novas medidas de prevenção e combate ao novo coronavírus em São Gonçalo do Amarante/RN, representantes da Polícia Militar, Polícia Civil, Guarda Municipal, Defesa Social, Secretaria de Saúde, Procuradoria Geral do Município, Gabinete Civil, Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo e Ministério Público se reuniram nesta terça-feira (23) para discutir ações de cumprimento dos decretos municipais. A força tarefa intensificará as fiscalizações da Operação Pacto pela Vida, proposto pelo Governo do Estado.

              O município publicou no último sábado (20), em edição extra do Jornal Oficial, o decreto 1.326 suspendendo o funcionamento de bares, restaurantes e similares após às 22h; comercialização de bebidas alcoólicas, como também o consumo em ambientes públicos após às 22h; e realização de festas e eventos promovidos pelos entes públicos e iniciativa privada; Além da renovação dos Decretos que tratam dos protocolos sanitários, como utilização de máscara e distanciamento social.

              As novas medidas são válidas por 14 dias a partir da data de publicação. Denúncias podem ser feitas através do número: 98120-1548.

                A Prefeitura de São Gonçalo, por meio da Secretaria Municipal do Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Semtasc), está oferecendo 20 vagas para o curso de encanador hidráulico. A qualificação será realizada em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai).

                As inscrições estão sendo realizadas na secretaria, enquanto durarem as vagas. Para isto, é necessário que o candidato possua, pelo menos, o ensino fundamental incompleto e apresente cópias do RG, CPF e comprovante de residência, além de disponibilizar um contato telefônico.

                O curso acontece entre os dias 15 de março e 12 de abril, das 13 às 17h, totalizando uma carga horária de 100h. As aulas serão realizadas na unidade móvel do Senai, que ficará instalada na Semtasc.

                  Uma operação do Ministério Público foi deflagrada na manhã desta segunda-feira (22) em combate ao abuso sexual infantojuvenil em São Gonçalo do Amarante, na região metropolitana de Natal. A ação em conjunto com a Polícia Militar cumpriu três mandados de busca e apreensão, dois mandados de prisão temporária, além da apreensão de um adolescente, que teve sua internação decretada pela Justiça.

                  A operação foi batizada de “227” como referência ao artigo 227 da Constituição da República, que trata da proteção e dos direitos fundamentais de crianças e adolescentes.

                  De acordo com o MP, a operação é resultado de um procedimento investigatório criminal da 2ª Promotoria de Justiça de São Gonçalo do Amarante e coordenada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco).

                  As investigações demonstraram a participação de dois homens e um adolescente, e da própria mãe das vítimas em crimes sexuais contra crianças e adolescentes cujas idades variavam entre 11 e 13 anos. De acordo com as provas até então coletadas, os crimes foram cometidos em um motel da região.

                  Segundo o MP, a própria mãe levou as filhas menores para encontros em um motel, onde ingeriram bebidas alcoólicas e se relacionaram sexualmente com os suspeitos, sendo que uma delas, ainda criança, era levada a assistir as práticas sexuais para que “aprendesse” como fazer.

                  O MPRN reforça à população que continua recebendo denúncias anônimas de crimes. As comunicações podem ser feitas pelo Disque Denúncia 127, que é um canal direto do MPRN para denúncias de crimes em geral. O cidadão pode ligar gratuitamente para o número. A identidade da fonte será preservada.

                    Durante reunião com a Bancada Parlamentar Federal do Rio Grande do Norte, que aconteceu nesta sexta-feira (19), no Centro de Convenções de Natal, o prefeito de São Gonçalo do Amarante/RN, Paulo Emídio, o Paulinho, solicitou emenda coletiva ao Orçamento Geral da União para construção de uma ponte sobre o Rio Jundiaí, ligando Natal, pelo Guarapes, a São Gonçalo do Amarante e toda Região Metropolitana. 

                    Na ocasião, o gestor também apresentou o projeto de engenharia já com orçamentos elaborados. “A obra proporcionará uma ligação mais curta e mais rápida entre a capital do nosso Estado e o aeroporto internacional, tendo em vista que a partir do Monumento aos Mártires todos os trechos até o equipamento aeroportuário já são asfaltados, o que tornará o percurso bem mais rápido do que é hoje”, defendeu Paulinho.

                    Ainda de acordo com o prefeito, o projeto faz parte de um novo corredor viário expresso entre Natal e o Aeroporto Internacional Governador Aluízio Alves, que foi elaborado pela empresa ATP para o Governo do Estado e Projeto Governo Cidadão do Banco Mundial. “O projeto total está avaliado em torno de R$ 600 milhões, o que não é viável neste momento de crise. Mas a ponte tem valor bem menor e viável, de R$ 40 milhões, e vai desafogar o trânsito de toda Região da Grande Natal”, disse. 

                    Para a viabilização, Paulinho solicitou união e apoio dos governos Federal, Estadual, municipais da Região Metropolitana, e todos os parlamentares. Estavam presentes a governadora Fátima Bezerra, prefeito de Natal, Álvaro Dias, e os deputados federais e senadores pelo Rio Grande do Norte. 

                    Também participaram representantes ligados à Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (FEMURN), Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN), Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Universidade Estadual (UERN), Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal, Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA), Superintendência Regional do DNIT, Liga Contra o Câncer, Hospital Varela Santiago, entre outras.