Quadro-1

    Uma mulher de 63 anos foi assassinada a tiros ao tentar segurar criminosos que queriam executar o filho dela. O caso aconteceu em uma comunidade rural do município de São Miguel, na região Oeste potiguar, na noite desta terça-feira (14). O jovem conseguiu fugir.

    A vítima foi identificada como Maria Florência do Carmo, de 63 anos. De acordo com a Polícia Civil, era por volta de 21h45 quando quatro homens chegaram ao imóvel na comunidade Nossa Senhora de Guadalupe, também conhecida como Vila do Oiteiro, em dois carros.

    Eles invadiram a casa onde estavam Maria e o filho, mas a mulher implorou que os homens não matassem o jovem e tentou segurá-los, para que o rapaz fugisse. Os homens atiraram várias vezes contra a vítima, que morreu no local antes de qualquer socorro médico.

    O filho de Maria Florêncio conseguiu fugir e se apresentou à polícia na manhã desta quarta-feira (15) para prestar depoimento. De acordo com a polícia, ele tem envolvimento com crimes, o que pode ter motivado o atentado.

    Esse foi o segundo assassinato registrado no município em 2020. Após matarem a vítima, os criminosos fugiram e não foram localizados até o início da tarde desta quarta-feira (15).

    G1

      001

      Todos os estados do Nordeste, assim como Espírito Santo e Rio de Janeiro, poderão ter um surto de dengue a partir de março de 2020, afirma o Ministério da Saúde.

      “A dengue é uma doença sazonal e o quadro é dinâmico e pode mudar em pouco tempo, mas, no momento, os nove estados do Nordeste e as regiões do Sudeste com grande contingente populacional pouco afetadas em 2019 estão no nosso alerta”, afirmou o porta-voz do Ministério da Saúde, Roberto Said.

      O Brasil registrou 1.544.987 casos de dengue no ano passado, com 782 mortes, segundo dados da pasta, um aumento de 488% em relação a 2018, um ano considerado atípico pelo Ministério.

      G1
      Fila em posto do INSS - Sao Paulo, SP, 03.06.2004 - Foto: Gustavo Roth/Folha Imagem

        Com cerca de 1,3 milhão de pessoas na fila de espera no Brasil, os potiguares que deram entrada para benefícios assistenciais do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) esperam atualmente de 8 meses a 1 ano para terem a concessão. Esse tempo é o estimado em todo Brasil, desde que as filas locais de avaliação do direito ao benefício foram substituídas por uma fila nacional. Uma das razões que levou ao atraso das avaliações, que deveriam levar 45 dias, é o esvaziamento de funcionários no órgão. Na gerência executiva de Natal, com 22 agências no Rio Grande do Norte, o número de servidores caiu de 535 em maio de 2017 para 161 no último mês de dezembro.

        Segundo a gerência executiva de Natal, o tempo de espera é maior para a análise de Benefício de Prestação Continuada, que são mais complexas do que a análise de benefícios como aposentadoria e pensões. Nesses dois últimos, o tempo de espera alcança os 3 meses. Entretanto, a reportagem entrevistou duas pessoas que solicitaram a aposentadoria no INSS e foram informadas de que o tempo de espera também é de 8 meses a 1 ano. Uma das pessoas entrevistadas está há cinco meses na fila.

        001

          O Ministério da Justiça e Segurança Pública está firmando uma parceria com a Polícia Federal para ações de combate à criminalidade no Rio Grande do Norte. A iniciativa prevê o fortalecimento da participação das forças policiais no Centro Integrado de Comando e Controle Nacional (CICCN), órgão que gerencia as ações da União para a segurança.

          A portaria que detalha a parceria entre as instituições foi publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira, 14. O documento (veja AQUI) é assinado pelo ministro Sérgio Moro, e estipula a disponibilidade do emprego da Secretaria de Operações Integradas (Seopi), entidade ligada ao Ministério da Justiça e Segurança Pública, em apoio à Superintendência Regional de Polícia Federal no Rio Grande do Norte.

          O objetivo da medida é permitir maior integração e troca de informações entre os dois órgãos de segurança pública.

          No Rio Grande do Norte, segundo o Ministério da Justiça, será designado um gerente de operações local para desempenhar as atribuições para integração do Estado no Centro Integrado de Comando e Controle Nacional.

          A operação da parceria terá o apoio logístico da Polícia Federal no RN, que deverá dispor da infraestrutura para o serviço. O número de pessoas que será deslocado para atuar no Rio Grande do Norte obedecerá ao planejamento do Ministério da Justiça.

          001

            O Governo Federal decidiu reajustar o salário mínimo de R$ 1.039 para R$ 1.045 a partir do dia 1º de fevereiro, como foi anunciado nesta terça-feira, 14, pelo presidente Jair Bolsonaro.

            A correção será feita por uma nova Medida Provisória (MP), que precisa ser aprovada pelo Congresso em 120 dias para não perder a validade.

            O novo valor leva em conta a variação do Índice de Preços ao Consumidor (INPC) de 2019, que foi de 4,48%. Também foi incorporado um resíduo de 2018 (porcentagem do INPC daquele ano que não havia sido incorporada ao mínimo de 2019).

            Em 2019, o salário mínimo estava em R$ 998.

            Inicialmente o valor fixado pela área econômica para o salário mínimo neste ano, de R$ 1.039, não repunha a inflação do ano passado.

            Isso ocorreu porque o reajuste autorizado, com base na última previsão do mercado financeiro para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) de 2019 ficou abaixo da inflação oficial registrada pelo indicador, divulgada apenas em janeiro.

            O INPC serve como base para correção do salário mínimo e é diferente do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação oficial.

            Impacto nas contas públicas

            De acordo com cálculos do governo, cada R$ 1 de aumento para o salário mínimo implica despesa extra em 2020 de aproximadamente R$ 355,5 milhões.

            Se for levado em conta um aumento para R$ 1.045, informou o secretário Waldery Rodrigues, do Ministério da Economia, o impacto seria maior, de R$ 2,13 bilhões em 2020.

            De acordo com ele, esse gasto adicional, não considerado anteriormente na aprovação do Orçamento deste ano, pode levar o governo a fazer cortes em outras áreas – como forma de não descumprir o teto de gastos e a meta fiscal.

              Quadro-1

              Conhecido por ser o mocinho da história, dessa vez o Homem-Aranha está um pouco diferente: foi pego praticando assaltos em Macaíba, na Grande Natal.

              O ladrão, que estava usando a máscara do super-herói e estava com uma arma caseira, foi pego roubando no município. Ele acabou levando uma surra. Socorrido pela polícia, ele foi medicado e depois levado para a Delegacia de Polícia de Macaíba, onde foi autuado em flagrante.

              Uma das vítimas do assaltante, que foi agredida, está em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) sendo medicada, para depois ser encaminhada para a DP para prestar depoimento.

              2017-09-27-15-10-04-762

                Uma imensa multidão compareceu na festa dos 17 anos da rádio comunitária São Gonçalo FM (87,9). Cerca de 10 mil pessoas se concentraram ao largo do ginásio de esportes do  Conjunto Amarante para participar do tradicional festival de prêmios da emissora.

                O espaço aberto ao público se tornou pequeno mediante tamanha multidão formada por ouvintes das diversas comunidades de São Gonçalo do Amarante.

                Alémde vereadores, secretários e lideranças comunitárias, estiveram presentes o presidente de honra da emissora e aniversariante do dia, ex-prefeito Jaime Calado, deputada Zenaide Maia, o prefeito da cidade, Paulinho e a primeira dama, Tereza Maia.

                Ao todo, foram sorteados 25 prêmios, entre eles; televisores, celulares, micro-ondas, bicicletas, refrigerador, fogão e uma moto 0km. As cartelas referentes ao sorteio foram distribuídas gratuitamente.

                A animação ficou por conta da banda, Forró Juntos e Misturados.

                2017-09-27-15-10-04-762

                  Abraçando diferentes linguagens e se expandindo para cada vez mais lugares, os evangélicos não param de crescer no Brasil. Hoje, já são 31% da população e formam o segundo maior grupo religioso no país, perdendo apenas para os católicos.

                  Mas quem são e onde estão esses fiéis? Segundo dados do Datafolha, a maior parte dos evangélicos brasileiros são mulheres (58%) e se declaram pretos ou pardos (59%). Além disso, é no Norte que está a maior concentração de “crentes”, como se autodenominam, representando 39% da população.

                  Segundo estimativas, até 2032 eles devem ultrapassar os católicos em número de seguidores.

                  Café da Manhã – Folha de São Paulo
                  2017-09-27-15-10-04-762

                    O ex-conselheiro tutelar de São Gonçalo do Amarante Robson Marinho, divulgou uma carta de agradecimentos a população São-gonçalense pelo período que esteve como representante na defesa às crianças e adolescentes do município. Veja a carta na íntegra:

                     

                    A POPULAÇÃO SÃOGONÇALENSE

                     

                    Hoje encerra-se um ciclo em minha vida, foram exatos 4 anos exercendo a nobre Função de Conselheiro Tutelar da minha querida cidade de São Gonçalo do Amarante/RN.

                    Durante estes 4 anos enfrentamos diversas batalhas, algumas frustações quando não conseguíamos obter de imediato um resultado positivo em favor de nossas crianças e adolescentes, porém sem sombras de dúvidas as CONQUISTAS foram SUPERIORES as frustações, sendo assim o saldo POSITIVO é maior do que o saldo NEGATIVO e no final das contas chegamos à conclusão de que “VALEU A PENA”.

                    Valeu a Pena todo ESFORÇO!

                    Valeu a Pena todo EMPENHO!

                    Valeu a Pena toda DEDICAÇÃO!

                    Valeu a Pena buscarmos fazer sempre o melhor para garantirmos a efetividade dos Direitos das crianças e adolescentes do nosso município, cumprindo assim com a missão que nos foi confiada e podendo orientar e aconselhar diversas famílias que por mim foram atendidas.

                    Entre atendimentos realizados, onde aconselhávamos e orientávamos, os procedimentos adotados como por exemplo, medidas aplicadas, requisições e ofícios emitidos, relatórios elaborados, palestras realizadas entre outras demandas, foram mais de 1685 procedimentos que me empenhei em realizar.

                    Foi muito trabalho, porém o melhor de tudo isso, foi vermos o sorriso no rosto e sentirmos o carinho de muitas crianças e adolescentes, quando conseguíamos assegurar seus direitos. Foi GRATIFICANTE.

                    Sou grato ao Senhor nosso Deus que nos permitiu cumprir está árdua, porém prazerosa missão de Conselheiro Tutelar, dando-nos sabedoria e discernimentos para as decisões que precisávamos tomar, como também grandes livramentos e por isso faço menção de sua palavra “Até aqui nos ajudou o Senhor” 1 Samuel 7:12.

                    Agradeço a minha Esposa Lidiane Guedes por todo seu apoio, incentivo e compreensão.

                    Agradeço a minha mãe dona Francisca pelos conselhos e encorajamento.

                    Agradeço ao meu sogro Luís Antônio, que na verdade é muito mais que um sogro, é um pai, pelos seus incentivos.

                    Agradeço a todos os meus familiares, amigos(as) e irmãos em Cristo por estarem juntos comigo sempre que precisei, não irei citar o nome de todos para não cometer nenhuma injustiça, porque todos vocês foram de fundamental importância para mim, como também minha querida comunidade de Coqueiros.

                     

                    (mais…)

                    2017-09-27-15-10-04-762

                      Até novembro do ano passado, o governo federal retirou 1,3 milhão de beneficiários do programa Bolsa Família devido a irregularidades no cadastro. De acordo com Ministério da Cidadania, o cancelamento de benefícios gerou economia de R$ 1,3 bilhão para os cofres públicos.

                      Segundo o porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros, o governo está com estudos adiantados para reformular o programa. No entanto, ainda não há prazo para que a reformulação seja lançada.

                      *Com informações da Agência Brasil