2017-12-31-23-39-15-333

    Surgiu o 1º caso confirmado do novo Coronavírus em São Gonçalo do Amarante/RN. Trata-se do próprio Secretário de Saúde do município, Jalmir Simões, de 51 anos.

    A informação foi divulgada pela Secretaria Municipal de Saúde, que em nota, informa que o mesmo passa bem e está em isolamento preconizado, seguindo todas as orientações médicas. A nota ainda diz, que o secretário já estava afastado das suas atividades desde o aparecimento dos primeiros sintomas.

    Segundo o último boletim epidemiológico divulgado pela SESAP/RN, o município também contava com 21 casos suspeitos e 6 descartados.

    No total, em todo o Estado do Rio Grande do Norte, também no último boletim desta sexta-feira, (28),  os números dos casos suspeitos assustam, com um total de 1.130, sendo 45 confirmados e 323 descartados.

      unnamed (1)

      A Caixa se prepara para lançar uma conta digital para dar agilidade ao repasse do dinheiro prometido aos brasileiros mais vulneráveis à crise do coronavírus.

      A operacionalização do pagamento, que pode alcançar mais de 30 milhões de pessoas, é o maior desafio do governo. A direção do banco estatal espera bancarizar ao menos 10 milhões de brasileiros através da tecnologia, com custo operacional menor.

      As lotéricas devem ser usadas para atender aos trabalhadores que podem receber o auxílio e não tem conta na Caixa, ou qualquer outra instituição financeira. Nos cálculos do Ministério da Economia, o repasse mensal de R$ 600, o chamado “coronavoucher”, deverá custar R$ 45 bilhões ao governo.

      O anúncio da conta digital será feito apenas quando a Caixa já estiver pronta para começar a operação, o que deve ocorrer depois da medida emergencial ter sido aprovada pelo Congresso Nacional.

      Os recursos serão destinados aos trabalhadores informais e aqueles que aguardam na fila de espera do INSS para receber o BPC. O benefício já foi aprovado na Câmara e agora depende da aprovação do Senado Federal, o que deve acontecer na próxima semana.

      CNN Brasil
      Quadro-1

        O Ministério da Saúde informou neste sábado (28) que o Brasil registrou até o momento 111 óbitos e 3.904 casos confirmados de coronavírus.

        Foram 487 casos confirmados nas últimas 24h. Um aumento de 14% em relação ao dia anterior.

        Mais cedo, o Ministério da Saúde distribuiu documento de recomendações para os gestores do SUS de todo o país, que planeja, a partir de 6 de abril, o fechamento de escolas e universidades, distanciamento social no ambiente de trabalho e proibição de eventos com aglomeração, como jogos de futebol.

        Medidas mais restritivas seriam adotadas em abril, maio e junho para o combate do coronavírus no país.

        Quadro-1

          Uma carreata realizada na manhã deste sábado (28) em Natal pediu o fim do isolamento social durante a pandemia do novo coronavírus – o Covid-19 e a reabertura do comércio na capital potiguar.

          Os manifestantes se concentraram na Praça de Mirassol, na Zona Sul da cidade e em seguida, dirigiram por vias importantes da cidade, como as avenidas Salgado FIlho e Prundente de Morais. Por fim, encerraram o ato no centro administrativo do estado.

          O ato contraria as recomendações das autoridades da área de saúde no Brasil e da Organização Mundial da Saúde (OMS), que pedem para que as pessoas fiquem em casa como prevenção ao avanço do novo coronavírus.

          G1RN
          001

            Márcio Marques, especialista em segurança e desenvolvedor mobile, morador do distrito de Santo Antônio do Potengi, em São Gonçalo do Amarante/RN, juntamente com Ricardo Fidelis, graduado em ciências da computação e também desenvolvedor mobile, que reside em São Bento, na Paraíba, são dois feras da tecnologia.

            Juntos, eles desenvolverão o aplicativo de celular “CoronAPP”. O Aplicativo tem como objetivo contribuir no combate à COVID-19, (doença causada pelo novo coronavírus), através da divulgação dessa terrível doença que assola o Brasil e o mundo.

            O objetivo do CoronAPP é reunir dados úteis e verdadeiros em um só lugar, evitando a famosa ‘FakeNews’ e a desinformação. Dessa forma, reúne dados dos órgãos oficiais como Sistema Único de Saúde – SUS e Oragnização Mundial de Saúde – OMS, bem como notícias em tempo real sobre a pandemia.

            O aplicativo oferece entre as suas funções, um contador atualizado dos números de casos e mortes por coronavírus no Brasil e nos Estados, além de dicas de prevenção. Um agregador de notícias dos principais portais do país, perguntas e respostas sobre a doença.

            O App ainda não está disponível na loja virtual de aplicativos ‘playstore’, e para baixá-lo, os programadores disponibilizaram um link, (Clique Aqui), como também um vídeo mostrando o passo à passo para a instalação. Veja o vídeo abaixo:

            Quadro-1

              A Prefeitura de São Gonçalo do Amarante/RN, através da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur), autorizou funcionamento das feiras livres no município, mas com exigências sanitárias e com medidas de combate ao Covid-19. A decisão veio por meio da portaria nº 004/2020 do dia 27 de março.

              Para funcionar, os comerciantes terão que respeitar a distância de 2 metros entre as bancas, em local limpo, sem sujeiras, e com horário de funcionamento das 8h às 12h. As bancas precisam ser retiradas até às 14h.

              De acordo com a portaria, os feirantes deverão “usar máscara do tipo cirúrgica, toucas descartáveis, luvas, além de utilizar e disponibilizar aos clientes álcool em gel 70%”.

              Equipe da Vigilância Sanitária do município fará fiscalização durante os dias de feira.

              2017-12-31-23-33-13-438

                Com 17 novos casos confirmados neste sábado (28) pela Secretaria Estadual de Saúde, o Rio Grande do Norte passa a ter 45 pessoas com o novo coronavírus – Covid-19. Até esta sexta-feira (27), 28 pacientes haviam testado positivo para a doença.

                De acordo com a pasta, os casos estão distribuídos em seis cidades do estado, sendo a maioria na capital potiguar. Natal tem 22 pacientes, seguida por Mossoró (14), Parnamirim (6), Macaíba (1), Monte Alegre (1) e Passa e Fica (1).

                Mais informações sobre os casos serão divulgadas em um novo boletim epidemiológico que deverá ser publicado neste sábado (28).

                G1
                2017-12-31-23-39-15-333

                  O Governo do Rio Grande do Norte vai destinar R$ 3,6 milhões para reforçar a rede de assistência social dos 167 municípios potiguares durante o período de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus, com o objetivo de garantir o sustento mínimo e a proteção da população mais vulnerável.

                  Por meio da Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas), a gestão estadual vai efetivar o cofinanciamento de benefícios eventuais dentro do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) para que as cidades possam atender as necessidades sociais dos potiguares, com vistas a garantir condições básicas de sobrevivência aos mais pobres, em especial a alimentação.

                  “Nosso governo está preocupado em proteger a população. Em salvar vidas. Sabemos que o coronavírus mata e a fome também. Essa pandemia atinge toda a humanidade, mas afeta em especial as populações mais vulneráveis. As pessoas não devem colocar suas vidas em risco para terem o direito à alimentação garantido”, disse a governadora Fátima Bezerra.

                  Com base no estado de calamidade pública, o governo poderá repassar a verba aos municípios de forma imediata. Os R$ 3,6 milhões deverão ser utilizados principalmente para aquisição e distribuição de cestas básicas. Assim, a gestão estadual poderá assegurar um reforço nas ações das prefeituras para a proteção às populações em situação de maior vulnerabilidade, como pessoas em situação de rua, refugiados e moradores de periferias urbanas. (mais…)

                  001

                    A vereadora em São Gonçalo do Amarante, Márcia Soares, (PTC), também divulgou em suas redes sociais que apresenta sintomas da COVID-19, doença causada pelo novo coronavírus.

                    Dias atrás, o vereador Geraldo Verissimo publicou em rede social que apresenta sintomas do vírus.

                    Márcia diz que há cinco dias vem sentindo tais sintomas, e que aguarda resultado de exames. A parlamentar ainda faz um desabafo, e diz que ao invés de estarem espalhando áudios falsos, ou  denegrindo, (se referindo ao caso dela), tais pessoas deveriam orar e pedir misericórdia à Deus nesse momento que vive o mundo. Veja um trecho abaixo do que escreveu a parlamentar: 

                     “Informo que há 5 dias venho sentindo sintomas do covid19. Estamos aguardando o resultado do teste, porém peço a cada um que se proteja e se cuide, ao invés de estarem espalhando áudios falsos, ou estarem denegrindo a vida das pessoas, vão rezar, orar, buscar uma conexão com Deus que nosse momento de Pandemia é o único refúgio que temos. Vamos cuidar de nossas famílias, que hoje me vejo impossibilitado pelo meu quadro de saúde, fortes dores de cabeça, nos olhos, nunca, febre alta,dores no corpo, pulmão, fraqueza, cansaço, falta de alfato e paladar, são alguns dos sintomas que venho passando, preciso nesse momento de mais amor menos e ódio”. Escreveu.

                    2017-12-31-23-39-15-333

                      A Secretaria de Saúde Pública do Rio Grande do Norte investiga pelo menos quatro mortes com suspeita para o novo coronavírus – Covid-19 – segundo informou o secretário Cipriano Maia no início da tarde desta sexta-feira (27). Ao todo, o estado conta com 28 casos de pacientes confirmados para a doença e mais de 1,1 mil suspeitos.

                      “A investigação de óbitos não foi concluída. Tem quatro óbitos que estão sob suspeita, está em investigação. É um trabalho demorado, que você tem que estudar desde o vínculo epidemiológico, o prontuário médico, a escuta dos profissionais. Momentaneamente, em função da epidemia, os casos de óbitos com suspeita ou diagnóstico clínico não precisam ir para Serviço de Verificação de Óbitos, porque o sistema não daria conta. Esses resultados, não temos hoje ainda”, afirmou o titular da pasta durante entrevista coletiva com a governadora Fátima Bezerra.

                      Segundo o boletim epidemiológico da Sesap publicado minutos após a entrevista, os quatro casos são distribuídos em dois municípios: um em Parnamirim, na região metropolitana de Natal, e três de Assu, na região Oeste potiguar.

                      G1