2017-12-31-23-33-13-438

    O novo coronavírus deve infectar mais de 21 mil potiguares até a segunda quinzena de maio. A análise leva em consideração a taxa de mortalidade da Covid-19 – que é provocada pelo vírus –, a partir dos dados de mortalidade da doença, segundo informações da Secretaria Estadual de Saúde Pública, que avalia que 300 pessoas irão morrer nos próximos 30 dias.

    A avaliação do Governo do Estado é que o pico da doença no Rio Grande do Norte deve acontecer entre a última semana de abril e os primeiros 15 dias de maio. Até lá, em um cenário satisfatório esperado pela Sesap, cerca de 300 pessoas morrerão em decorrência da doença.

    A avaliação de cenário satisfatório – a partir do achatamento da curva epidemiológica, ou seja, com a redução da velocidade inicial da epidemia – está ligada ao cumprimento das medidas de restrição ao fluxo das pessoas, como a suspensão de aulas das redes pública e privada de ensino e o fechamento de atividades de serviços considerados não essenciais, além da observância, por parte dos potiguares, das medidas de quarentena domiciliar.

    Em todo o Estado, o isolamento social segue até o dia 23 de abril, segundo decreto estadual da última quinta-feira (2). Segundo os dados do Ministério da Saúde, a taxa de mortalidade está em 2,72%. No entanto, um estudo feito por pesquisadores ligados à Universidade de Hong Kong e ao Centro de Dinâmicas de Doenças Transmissíveis da Universidade de Harvard (EUA) calcula que a taxa de mortalidade em pessoas com sintomas da Covid-19 seja de 1,4%.

    Desta forma, seguindo os dados de 300 mortes estimadas pelo Governo do Estado, a doença deve alcançar 21,4 mil potiguares até maio. Em outro estudo, agora do Instituto de Estudos para Políticas de Saúde (Ieps), com sede no Rio de Janeiro, o Rio Grande do Norte terá 5% dos casos de Covid-19 necessitando de serviços especializados de saúde, como Unidades de Terapia Intensiva (UTI).

    Desta forma, cerca de 1 mil potiguares irão necessitar de vagas atendimento intensivo no SUS. Com base nestes números, o estudo aponta custo total de R$ 12 milhões com atendimento de internações. O levantamento sobre os custos no atendimento avaliou que o custo médio de internação em UTI por condições semelhantes em 2019 foi de R$ 11.296, segundo informações do Datasus.

    O levantamento considera apenas repasses federais com os procedimentos decorrentes da internação – medicamentos e materiais hospitalares –, sem contar com as despesas com médicos. Até a última sexta-feira (3), todas as 279 Unidades de Terapia Intensiva (UTI) do Sistema Único de Saúde (SUS) no Rio Grande do Norte estavam ocupadas.

    AgoraRN
    001

      A Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Amarante/RN já realizou a entrega de 12.025 kits de merenda escolar,  uma medida para garantir alimentação dos alunos da rede municipal de ensino, que estão com aulas suspensas devido as ações de prevenção ao Covid-19. Ao todo serão entregues 13.797 kits em uma ação escalonada que teve início no dia 27 de março.

      De acordo com a Secretária Municipal de Educação (SME), a entrega foi dividida em etapas para evitar aglomerações e a expansão do novo coronavírus, o Covid-19. “A direção escolar foi responsável por montar a estratégia. Algumas entregaram por chamamento de turmas ou turnos Cada uma com sua realidade, quantidade de alunos”, observou Othon Militão, secretário de Educação.

      Das 51 escolas e creches, só faltam receber três unidades, a Escola Municipal Maria de Lourdes de Lima, a E.M. Francisco da Costa e a Escola Municipal Jonas Escolástico de Noronha.

      001

        Cerca de 45% da população do Rio Grande do Norte não está respeitando as recomendações de isolamento social para evitar a proliferação do novo coronavírus (Covid-19). Os dados são da In Loco, empresa de tecnologia que coleta dados de localização de 60 milhões de brasileiros de forma anônima.

        De acordo com a última atualização da In Loco feita no sábado (4), mais da metade dos potiguares (54,6%) estavam cumprindo o isolamento social. “Criamos o Índice de Isolamento Social para auxiliar no combate à pandemia. O mapa mostra o percentual, por estado, da população que está respeitando a recomendação de isolamento. Com ele as autoridades podem direcionar recursos de saúde, segurança e comunicação”, informou a In Loco.

        A plataforma desenvolvida pela In Loco consegue estimar um percentual de pessoas que estão em movimentação ou não pelos estados do Brasil. Segundo o estudo, até o sábado (4), no Nordeste, o RN fica atrás de Ceará (57%), Piauí (55,9%), Pernambuco (55,6%) e Maranhão (55,5%) nos índices de isolamento.

        De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), as medidas de isolamento social são a melhor alternativa para conter a propagação do vírus.

        “Nosso papel na luta contra a Covid-19 é prover inteligência para conter o avanço da doença sem a necessidade de uma política de vigilância. Quando a situação de emergência acabar, os dados coletados para esse fim serão deletados”, explicou a In Loco.

        G1
        belarmina monte

          São Gonçalo do Amarante/RN possui 10 casos confirmados de coronavírus até às 15h deste domingo (5). Dos quais 6 casos são do sexo feminino, faixa etária de 25 a 65 anos, e 4 do sexo masculino, entre 01 a 58 anos de idade. Ao todo são 91 casos suspeitos. Os dados foram divulgados em conjunto entre a Secretaria de Saúde Pública do Estado, e Secretaria Municipal de Saúde.

          As secretarias reforçam que não há casos confirmados de óbito no município. Há um caso em investigação.

          DSC_805

            O Governo do Rio Grande do Norte anunciou um acordo com fábricas de roupa no interior do estado para produzir 7 milhões de máscaras de panos que deverão ser distribuídas à população. De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, a medida visa garantir a proteção da população contra o novo coronavírus, responsável pela Covid-19.

            Em reunião realizada por meio de videoconferência na sexta-feira (3), o secretário Jaime Calado (Sedec) conversou com o diretor industrial da Guararapes, Jairo Amorim, com o diretor industrial da Hering, Marcelo Toledo, e representantes do setor produtivo do estado. Para dar conta do volume de produção, serão acionadas as 78 oficinas de costura que fazem parte do programa Pró-sertão.

            Cada oficina, ainda de acordo com o Estado, poderá produzir 8.400 peças por dia. Diferente do modelo N95 de TNT, utilizadas por profissionais da saúde, as máscaras produzidas por elas serão feitas de malha, seguindo orientações do próprio Ministério da Saúde, e destinadas à população em geral. Segundo o governo, com isso, o Estado garante que as máscaras homologadas pela Anvisa (N95) , já em circulação, cheguem aos médicos e enfermeiros, expostos a uma carga viral bem maior, ao mesmo tempo em que se fornece uma opção viável para a população.

            O importante é que a máscara cubra a região da boca e do nariz, sem deixar espaços nas laterais, e seja dupla, para impedir com eficiência a penetração do vírus”, disse o secretário Jaime Calado, que é médico sanitarista. Ele ainda lembrou que as máscaras de tecido podem ser higienizadas e reaproveitadas pelos usuários.

            G1

              GILSON

              São Gonçalo do Amarante/RN, pode ter a primeira morte registrada pelo novo coronavírus. Trata-se de Gilson Paiva, 58 anos, esposo da ex-vereadora Arlete Paiva. A notícia do seu falecimento foi dada nesta manhã de domingo aos familiares.

              Em contato com a família, foi nos passado que o mesmo estava em isolamento social desde os primeiros sintomas da COVID-19, mais precisamente desde a última terça-feira, (31). Durante a semana, a equipe da Secretaria de Saúde do município fez a coleta de sangue do mesmo, e encaminhada ao Lacen para análise, que ainda não deu o resultado. Logo após, seu quadro de saúde se agravou, chegando a ser internado, na última sexta-feira (3), no Hospital Giselda Trigueiro, ficando em isolamento. A própria equipe do Giselda também fez a coleta de sangue e encaminhada para análise, e ainda aguarda resultado.

              Segundo a família, Gilson – como é mais conhecido no meio político da cidade – não tinha histórico de doenças.

              O mesmo havia se reunido com vários políticos da cidade que testaram positivo para o coronavírus.

              O seu sepultamento ocorrerá ainda hoje, e seguirá o mesmo ritmo para falecidos com a COVID-19, sem velório e caixão lacrado.

              DSC_805

                Uma portaria conjunta das Secretarias Estaduais de Segurança e de Saúde Pública definiu multas de até R$ 50 mil para quem descumprir as medidas de proteção ao coronavírus determinadas pelo Governo do Rio Grande do Norte. A portaria foi publicada no Diário Oficial deste sábado (4).

                De acordo com o documento, as infrações podem ser graves ou gravíssimas. A multa será aplicada, cumulativamente, por cada ato e por cada dia de descumprimento. Confira aqui a lista completa de infrações graves e gravíssimas.

                O valor da multa por infração grave é de R$ 5 mil para pessoas físicas e R$ 25 mil para pessoas jurídicas. O valor da multa gravíssima é de R$ 25 mil para pessoas físicas e R$ 50 mil para pessoas jurídicas.

                Dentre as medidas graves estão deixar de organizar filas, dentro e fora do estabelecimento, obedecendo a distância mínima de 1,5 m (um metro e meio) entre as pessoas; permitir a abertura ou frequentar igrejas, espaços religiosos, lojas maçônicas e estabelecimentos similares; disponibilizar mesas e cadeiras em áreas de praia (orlas de rios, lagos, lagoas, barragens e mar); utilizar áreas de praia (orlas de rios, lagos, lagoas, barragens e mar) com outro objetivo que não seja a prática de atividades físicas individuais.

                Dentre as medidas gravíssimas estão deixar funcionar restaurantes, lanchonetes, padarias, praças de alimentação, praças de food trucks, bares e similares fora das hipóteses permitidas de comercialização de seus produtos por entrega em domicílio (delivery) ou como ponto de coleta (takeaway); deixar o estabelecimento bancário ou financeiro de garantir o abastecimento de caixa eletrônico para saques em dinheiro e demais operações; deixar o estabelecimento de serviço funerário de limitar a frequência de público ao máximo de 20 (vinte) pessoas em funerais e enterros.

                Ainda segundo a publicação, a aplicação das multas não impede a adoção de medidas administrativas como a apreensão, interdição e o emprego de força policial, bem como da responsabilização penal, pela caracterização de crime contra a saúde pública, tipificado no art. 268 do Código Penal, e civil.

                G1/RN
                2017-12-31-23-33-13-438

                  O vereador Geraldo Veríssimo MDB, também acaba de divulgar que está infectado com o novo coronavírus. Ele é um dos políticos de São Gonçalo do Amarante diagnosticado com o vírus.

                  Em rede social, Geraldo diz que recebeu o resultado do exame testando positivo para a COVID-19, que tem buscado se apegar mais com Deus, pois, segundo ele, a doença não é tão simples como muitos pensam que é, e que agradece cada mensagem de apoio recebida.

                   

                  001

                    O Comando Conjunto Rio Grande do Norte e Paraíba realiza neste domingo (5) a desinfecção do Aeroporto Internacional Aluísio Alves, localizado em São Gonçalo do Amarante, a partir das 20 horas. A ação é uma forma de prevenção e enfrentamento ao coronavírus em locais de grande circulação de passageiros.

                    O trabalho será realizado fora do horário de funcionamento do local, possibilitando a aplicação dos produtos químicos de forma segura.

                    A ação contará com militares do Comando do 3º Distrito Naval e da 7ª Brigada da Infantaria Motorizada, habilitados para serem empregados em ações de prevenção ao novo coronavírus, como descontaminação de pessoal, ambientes e materiais.

                      2017-12-31-23-33-13-438

                      A cabeça de um homem foi encontrada dentro de uma mochila abandonada em Iagapó, na Zona Norte de Natal, na noite desta sexta (3).

                      A mochila foi jogada por homens que estavam dentro de um carro próximo à cabeceira da ponte de Igapó, na comunidade Beira-Rio. Os policiais militares foram acionados por volta das 20h30 e chamaram a perícia técnica. O corpo do homem não foi localizado.

                      Segundo a Polícia Militar, o crime tem relação com o tráfico de drogas na região.

                      O homem decapitado ainda não foi identificado. O caso será investigado pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

                      G1