A obra de construção da nova Casa Abrigo do município já está em fase de finalização. A instituição tem capacidade para receber 20 crianças e adolescentes sob medidas protetivas da justiça. O investimento nas novas instalações é de R$ 498mil, sendo R$ 372.600,00 oriundos de emenda parlamentar e R$ 126mil de recursos próprios do município.

    Segundo Emília Caroline, secretária de trabalho, assistência social e cidadania, a Casa Abrigo vai proporcionar mais qualidade no acolhimento das crianças e adolescentes. “A instituição oferece condições institucionais para o acolhimento em padrões de dignidade, funcionando como moradia provisória até que seja viabilizado o retorno dessas crianças e adolescentes à sua família de origem e, na sua impossibilidade, o encaminhamento para família substituta− por meio de adoção, guarda ou tutela”, disse.

    A INSTITUIÇÃO

    A Casa Abrigo tem um papel fundamental para crianças e adolescentes sob medidas protetivas por determinação judicial, em decorrência de violação de direitos. A instituição tem a função de ser uma residência para essas meninos e meninas. O acolhimento, até que elas retornem para as suas famílias ou recebam um novo lar é feito de forma especializada. A equipe técnica elabora o chamado Plano de Atendimento Individual, em que consta os objetivos, estratégias e ações a serem desenvolvidas, a fim de promover a superação dos motivos causadores do afastamento do convívio familiar e o atendimento das necessidades específicas de cada situação.

    comentarios