2017-09-27-15-10-04-762

    A governadora Fátima Bezerra (PT) anunciou nesta quarta-feira (1º) que vai renovar o decreto que suspende as atividades de bares e restaurantes no Rio Grande do Norte por causa da pandemia do novo coronavírus. Segundo a chefe do Poder Executivo potiguar, a prorrogação vai até o dia 23 de abril.

    A renovação do prazo de isolamento social continua valendo também para escolas das redes pública e privada do estado, e demais estabelecimentos e espaços públicos que estão na primeira publicação, de 21 de março.

    Fátima Bezerra fez o anúncio através de sua conta no Twitter. No mesmo pronunciamento, a governadora afirmou também que manterá a permissão de funcionamento de oficinas e restaurantes fora do perímetro urbano.

    A medida, segundo ela, serve para não deixar desguarnecidos os caminhoneiros, que continuam trabalhando para abastecer os serviços essenciais que seguem funcionando no estado potiguar.

    G1RN
    2017-09-27-15-10-04-762

      O Município de São Gonçalo do Amarante/RN, têm atualmente 39 casos suspeitos de coronavírus e segue com 2 confirmados. É o que mostra o boletim epidemiológico divulgado nesta tarde de quarta-feira, (1), pela Secretaria de Saúde Pública do Estado do Rio Grande do Norte.

      O primeiro caso confirmado de coronavírus no município, foi do próprio Secretário de Saúde, Jalmir Simões, de 51 anos.

      Recentemente, a primeira-dama do município, Tereza Maia, foi diagnosticada com o vírus. Seu esposo, o prefeito Paulo Emidio encontra-se doente e aguarda o resultado de exames para o COVID-19. O Secretário Municipal de Comunicação e Eventos, Rodolfo Maia, também aguarda resultado.

      Outros políticos da cidade também estão com suspeita da doença, como é o caso dos vereadores Geraldo Veríssimo, Márcia Soares e Edmilson Gomes. Os mesmos também aguardam resultados de exames para saber se estão ou não com a doença.

      Um Hospital de Campanha está sendo montado, recebendo últimos ajustes, na estrutura do Centro Especializado em Reabilitação, recém construído próximo ao IFRN, para tratar doentes infectados com o vírus. A unidade contará com 100 leitos.

      Em todo o Rio Grande do Norte, o número de casos confirmados são 92, e 1.777 casos suspeitos. 2 óbtos foram registrados e outros 416 casos já foram descartados.

      20200401_060722

        A Secretaria Estadual da Saúde Pública e a Secretaria Municipal de Saúde de Natal confirmaram na noite desta terça (31) a segunda morte por coronavírus no Rio Grande do Norte. A vítima é Matheus Aciole, de 23 anos.

        O óbito ocorreu no início da noite desta terça-feira (31), em Natal. Na noite desta terça-feira (31), o resultado do exame foi positivo para Covid-19.

        De acordo com a Sesap, o paciente, com quadro de obesidade, deu entrada em um hospital privado, no dia 24 de março. Matheus foi examinado e liberado para voltar para casa para continuidade de medicações prescritas.

        Ainda segundo informações das secretarias, Matheus manteve-se isolado por dois dias, mas não apresentou melhora. Ele procurou o serviço público de saúde no dia 27 de março quando foi atendido e realizou o teste para a doença.

        G1RN
        001

          O Ministério da Saúde divulgou nesta terça-feira (31) o mais recente balanço nacional sobre os casos de covid-19, doença causada pelo coronavírus. Já são 201 mortes em todo o país, além de 5.717 casos confirmados.

          No levantamento anterior, divulgado na segunda-feira (30), o país tinha 159 mortes e 4.579 casos confirmados de pessoas infectadas pelo novo coronavírus.

          Sessão Deliberativa Remota destinada a deliberar sobre o Projeto de Decreto Legislativo (PDL) 88/2020, que reconhece o estado de calamidade pública no Brasil. 

O Senado vota nesta sexta-feira (20) o Projeto de Decreto Legislativo (PDL) 88/2020, que reconhece o estado de calamidade pública no Brasil. Esse é o único item na pauta da reunião, convocada pela Presidência do Senado Federal. A sessão deliberativa é remota, ou seja, senadores poderão debater o assunto e votar a matéria pelo computador, sem estar presentes ao Plenário. 

A proposta, aprovada na noite da quarta-feira (18) pela Câmara dos Deputados, permite que o Executivo gaste mais do que o previsto e desobedeça às metas fiscais estabelecidas para 2020 para custear ações de combate à pandemia de coronavírus. O senador Weverton (PDT-MA) é o relator da proposta. 

A sessão deliberativa remota é conduzida pelo 1º vice-presidente do Senado Federal, senador Antonio Anastasia (PSD-MG). 

Na sala da Secretaria de Tecnologia da Informação do Senado Federal (Prodasen), senadores e funcionários da Casa se preparam para o ínicio da sessão. 

Foto: Jane de Araújo/Agência Senado

            O projeto que prevê auxílio emergencial de R$ 600 mensais durante três meses foi ampliado após votação no Senado nesta segunda-feira (30). Além dos trabalhadores informais, terão direito também ao pagamento aqueles que tenham contrato intermitente inativo, autônomos e micorempreendedores individuais.

            A medida deverá ser sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro para começar a valer. Além disso, o governo ainda definirá um calendário para o pagamento. O auxílio é uma das propostas para minimizar os impactos do coronavírus na população de baixa renda e beneficiará 30 milhões de brasileiros, podendo ser prorrogado enquanto durar a calamidade pública devido à pandemia.

            Apelidada de “coronavoucher”, a ajuda inclui também idosos e pessoas com deficiência na fila do INSS para receber o BPC (Benefício de Prestação Continuada), e mães que são chefe de família (família monoparental) – essa categoria terá direito a duas cotas, no total de R$ 1,2 mil.

            Para receber o auxílio, o trabalhador não pode ter aposentadoria, seguro-desemprego ou ser beneficiário de outra ajuda do governo. Também não pode fazer parte de programa de transferência de renda federal, com exceção do Bolsa Família.

            Segundo o projeto, até dois membros da família terão direito ao auxílio. Se um deles receber o Bolsa Família, terá que optar pelo benefício que for mais vantajoso.

            Requisitos para receber o benefício

            • Ser maior de 18 anos de idade;
            • Não ter emprego formal;
            • Não receber benefício previdenciário ou assistencial, seguro-desemprego ou de outro programa de transferência de renda federal, com exceção do Bolsa Família;
            • Renda familiar mensal per capita (por pessoa) de até meio salário mínimo (R$ 522,50) ou renda familiar mensal total (tudo o que a família recebe) de até três salários mínimos (R$ 3.135,00);
            • Não ter recebido rendimentos tributáveis, no ano de 2018, acima de R$ 28.559,70.

            O interessado deverá cumprir uma dessas condições:

            • Exercer atividade na condição de microempreendedor individual (MEI);
            • Ser contribuinte individual ou facultativo do Regime Geral de Previdência Social (RGPS);
            • Ser trabalhador informal inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico);
            • Ou ter cumprido o requisito de renda média até 20 de março de 2020;
            • Também será possível preencher uma autodeclaração a ser disponibilizada pelo governo.

            (mais…)

            001

              Como medida de garantir alimentação aos alunos da rede municipal de ensino, que estão com aulas suspensas devido às ações de prevenção ao Covid-19, a Prefeitura de São Gonçalo do Amarante/RN entregou kits de merenda escolar nesta segunda-feira (30).

              “A entrega foi planejada pela direção de cada escola, seguindo orientações sanitárias, conforme o prefeito recomendou. Nos próximos dias, após chegar mais kits, realizaremos mais uma etapa da entrega”, observou Abel Neto, secretário de Educação.

              Na sexta-feira (27), a Secretaria Municipal de Educação (SME) iniciou a primeira etapa da entrega em três comunidades, Padre João Maria, Oiteiros e Guanduba. Foram entregues cerca de 6 mil kits.

              Quadro-1

                A Prefeitura de São Gonçalo do Amarante/RN está contratando 14 médicos para unidades de saúde. O contrato é imediato, com hora de trabalho a R$ 100,00 podendo trabalhar até 6h por dia.

                Os profissionais são para o Amarante, Novo Amarante, Golandim, Humaitá, Jardim Lola, Novo Santo Antônio, Santo Antônio, Flores do Campo, Guajiru, Padre Joao Maria e Barro Duro.

                Os interessados devem ligar para (84) 98140-1600.

                2017-12-31-23-39-15-333

                  Subiu para 2 o número de casos confirmados de coronavírus em São Gonçalo do Amarante. O novo boletim epidemiológico divulgado pela SESAP/RN na tarde desta segunda-feira, (30), mostra que além do novo caso confirmado, o município também conta com 18 casos suspeitos, e 6 foram descartados.

                  No total, o número de casos confirmados em todo o Rio Grande do Norte já são 77, e 1.494 suspeitos.

                  Nesta manhã, o Centro Especializado de Reabilitação do município, que se trasnformará em um Hospital de campanha, recebeu um reforço na rede elétrica para a capacidade necessária de toda estrutura. A unidade contará com 100 leitos para atender pacientes com coronavírus.

                  2017-12-31-23-39-15-333

                    Terezinha Maia, esposa do prefeito de São Gonçalo do Amarante Paulinho Emídio, está com o coronavírus.

                    Terezinha divulgou em suas redes sociais que realizou o teste e deu positivo. Segundo ela, passa bem e está em isolamento social. Veja abaixo um trecho do que escreveu a primeira dama de São Gonçalo em rede social:

                    “Estou bem, graças a Deus, em isolamento desde o aparecimento dos primeiros sintomas. Senti febre 38°, boca amargando, dor de cabeça, um pouco de diarreia e dores nos ossos principalmente à noite. A dipirona tem aliviado as dores e o sono. E apesar dos sintomas considerados leves, Graças a Deus, sinto dor na alma e peso da responsabilidade de transmitir, principalmente aos meus familiares, como meus netos pequenos. Desejo a cada um de vocês livramento e que Deus possa estar conosco em todos os momentos.”

                    001

                      A Secretaria de Saúde do Rio Grande do Norte confirmou, no final da noite deste sábado (28), o primeiro óbito pelo novo coronavírus no estado. A vítima é um professor universitário de 61 anos, com histórico de diabetes, e que teve confirmação do diagnóstico para Covid-19 na última sexta-feira (27).

                      De acordo com a pasta, o paciente deu entrada em um hospital privado na cidade de Mossoró, Oeste potiguar, no dia 21 de março, com histórico de contato com um caso suspeito. O falecimento aconteceu na noite deste sábado.

                      O professor universitário Dr. Luiz Di Souza era lotado no Departamento de Química, da Faculdade de Ciências Exatas e Naturais da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN). A instituição comunicou o falecimento do professor em nota oficial e decretou luto.

                      Na nota publicada, a universidade lamentou a morte do professor e também informou que, devido aos riscos da doença, não haverá velório.

                      “A morte de um potiguar por Covid-19 reforça o que tem sido recomendado diariamente: a população que pode, deve ficar em casa, e todos devem seguir as orientações das autoridades sanitárias. Esse período exige de cada um de nós consciência e responsabilidade”, afirmou a pasta, em nota.

                      G1RN